Nó de gravata para iniciantes

O nó simples: O grande clássico dos nós de gravata. É o nó mais utilizado. É simples de fazer e de desfazer. É perfeito para a maioria das gravatas e para quase todos os colarinhos de camisa.
No fim, para obter o nó simples, é necessário que:
– o nó esteja em harmonia com o colarinho da camisa. Ele não deve estar nem muito escondido nem muito afastado do colarinho.
– a parte mais larga da gravata (mesmo antes da “ponta mais larga”) se situe ao nível da cintura.

O nó simples duplo é parecido com o nó simples; a única diferença é que tem uma segunda volta, uma segunda laçada.
Este nó é ideal para os homens com menor estatura. É perfeito para os colarinhos italianos e gravatas ligeiramente finas. É simples e rápido de fazer.

O nó inglês, cuja moda foi lançada pelo duque do Windsor, é um nó dotado de um charme muito britânico.
É volumoso e usa-se com colarinhos muito abertos (por exemplo, os colarinhos italianos) e gravatas muito finas. O nó deve estar completamente simétrico para ser bem feito.
È extremamente complicado de fazer.

O nó francês é menos grosso e mais fácil de fazer do que o nó inglês. É ideal para as gravatas estreitas, as sedas finas e os colarinhos abertos.

O nó pequeno, como o próprio nome indica, é pequeno e é apropriado para as gravatas grossas (por exemplo, em seda tecida ) e colarinhos estreitos.
Não se esqueça de voltar uma parte da gravata 180 graus (consulte o esquema indicado).
Este nó é muito fácil de executar.

O nó cruzado, utilizado com gravatas finas, é um nó muito elegante, mas é extremamente complicado de pôr em prática.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: